Lotação máxima no 92 Graus

Animados e afiados, o trio se preparava para mais um show no 92 Graus, que promovia o Segundo National Garage. Desta vez, num sábado com uma banda paulistana chamada CUASZ. Dudu não entendeu porque JR colocou PINHEADS para abrir show de uma banda com som tão diferente, e ligou para o dono do 92 para saber o que precisava levar de equipamentos de bateria.

Pinheds Flyer_0808_93

JR informou Dudu que a banda CUASZ não viria mais e que estava pensando em colocar uma banda local (Garotos Chineses) para fechar o show. Dudu disse para JR deixar apenas PINHEADS na programação, pois naquela noite o show iria bombar e uma galera ansiosa marcaria presença para ver o trio. Como única banda da noite, fizeram uma boa passagem de som, colocaram uma faixa com o nome da banda atrás do palco e fixaram pedestais, microfones e pedais com silver tape.

A fita adesiva prateada ajudava a manter fixos os equipamentos precários da banda, e também auxiliava quando a platéia subia no palco. Provavelmente, esse show no 92 (dia oito de agosto de 93) tenha sido o mais legal dos PINHEADS! O local estava lotadíssimo, com todos os amigos (e algumas amigas) marcando presença. Começaram com aquela que seria a música de abertura dali pra frente: Oh Ja!.

"... remember the show is for you!!!"

"... remember the show is for you!!!"

Dudu estreava um pedal duplo e sorria ao ver amigos suados pogando e cantando junto. Vibrava, internamente, ao ver Júlio pulando como louco, para depois beber água no seu squeeze fixado (com silver tape) no pedestal do microfone. Sorria também ao ver “o seu baixista e vocalista” se desdobrando. Paulo cantava, tocava, pulava… tudo isso sem camiseta, mostrando um porte atlético a la Olga dos Toy Dolls. O único ponto negativo da noite foi o insano stage dive protagonizado pelo amigo Marcelo Mendes. Resultado: traumatismo craniano.

Recorte da sessão Acordes da Gazeta do Povo

Recorte da sessão Acordes da Gazeta do Povo

Paulo dormiu mal naquela noite, o jorro de adrenalina foi intenso. Tratou de eternizar aquela noite memorável fazendo a letra de uma música nova chamada No Public, No Show!:

“Dude, You can shout the first 1-2-3-4 Oh Ja! People just have fun/ Everyone´s jumping and stage diving, the mikes are on the floor/ Astonished girls are just looking from far. Sometimes they don´t know what they´re doing here/ Rescue the amplifiers, if you don´t want them in the air!!!/ We don´t want the statue of freedom just looking at us fixed at the ground/ Move yourself get the mike, sing with us this chorus/ Jump, shout, hang on, come up here to the stage, break everything we like your way/ Remember without you this place wouldn´t be agitated, keep the energy in the air!!/ Everybody knows each other, meet your friend at the pity, if you want trouble and fight, get away from this slam/ Forget now about your problems, you came here for distraction. You´re part of our family, remember the show is for you!!!!!”

1 comentário

Arquivado em 1993

Uma resposta para “Lotação máxima no 92 Graus

  1. Paulo Kotze

    Realmente naquela noite do 92 dormi mal. Ou melhor, não dormi nada… Foi uma adrenalina violenta… Os compactos tinham chegado. Foi um belo show. Num domingo de noite, cheguei em casa meia-noite e eram 7 da manhã quando sem pregar o olho, pensando no show, fui para a aula… Foi realmente uma fase sensacional, de mútua admiração entre banda e público (maioria esmagadora de amigos…)

    Saudades…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s