O último show

Num sábado, 23 de novembro de 1996, os PINHEADS fizeram seu último show. No cartaz de divulgação, estava escrito que seria o último show da banda. Aeroanta com 700 pagantes em um clima “The Last Goodbye”. Platéia composta pelos fãs fiéis, por amigos de fora como Fran, ET, André Nervoso, por amigos curitibanos e até mesmo familiares, como os pais do baterista Dudu.

Os amigos do Slack Nipples tocaram antes (Dudu tocou bateria no cover dos Vibrators, Whips and Furs) e, curiosamente, acabaram fazendo seu último show naquela noite de sábado. Anos depois, fariam mais dois shows minúsculos na Escola de Florestas da UFPR, mas sem o vocalista Tibério.

Flyer do último show

Flyer do último show

Cada pinhead escolheu um cover para tocar neste último show. Paulo atacou de Let´s Lynch The Landlord, com Mauricião fazendo os vocais a la Jello Biafra. Júlio optou por uma dobradinha: From The Mountains (dos alemães Gigantor) mais Commando, dos Ramones. E Dudu pediu Long Distance (do grupo All). Além disso, elaboraram dois medleys interessantíssimos. O primeiro deles começava com Orgasm Addict (Buzzcocks) passava por At Home In The Wasteland (do Down By Law) e finalizava com I Don´t Want You (dos Ramones).

O outro medley iniciava com Bloodstains (Agent Orange), mais Amoeba (dos Adolescentes) e findava com Wild On The Streets (Circle Jerks). Logicamente, o show começou com Oh Ja!. Depois, vieram Slowmotion, Skate Session (momento das bolas de plástico) e It’s In Your Hands. O ponto alto foi a seqüência, sem intervalos, de I’m Not A Nerd-Somebody Help Me-Wish You Go Away-Face The World. Também foram executadas Into Another Cyco, Psycho Zone, Do It Yourself, Won´t Change For Good, Forget The Problems e Take A Decision.

ET, dos Muzzarelas, tocou baixo em Plutoflipper’s Land, e Mauricio Gaudêncio bateria em The Basic Rock. A primeira composição do trio foi escolhida para fechar seu último concerto. A trajetória dos PINHEADS acabava com Stupid Brains.

Set list do último show

Set list do último show

Para a alegria da banda, China Meneghetti foi quem resenhou (a pedidos dos próprios PINHEADS) o último show, na Gazeta do Povo.

PINHEADS/SLACK NIPPLES

Aeroanta (Curitiba)

“Terminou em grande estilo a carreira de uma das mais festejadas bandas de Curitiba. Os Pinheads decidiram encerrar de vez suas atividades perpetrando um dos melhores shows da temporada entre as bandas locais.

Para a abertura foram convidados os camaradas do Slack Nipples que, num set relâmpago, detonaram uma dezena de punk rocks. Entre eles, faixas de sua demo mais recente e alguns covers como “Whips And Furs”, dos Vibrators. Depois entrou em cena o velho e conhecido intervalo interminável. Com o público à beira da irritação, saía dos alto-falantes uma estranha melodia andina para “criar um clima”. Surgiram os caras do Pinheads, mostrando que não estavam para brincadeira. A intenção era sair do cenário e entrar para a história.

Set longo e de qualidade irrepreensível, os Pinheads revisitaram sua carreira desde a música de abertura, “Oh Ja!”, a mesma com que abria os primeiros shows – seguida de “Slowmotion” da demo Hand In Head. Entre hits e alguns covers, não faltaram as participações especiais de músicos convidados (ET, dos campineiros Muzzarelas e Mauricião do Skuba). Além da performance do baixista e vocalista Paulo Kotze, que destruiu um velho baixo Dolphin. Reforçando a dose, a banda fez três medleys de clássicos do punk rock. Para fechar, Paulo proferiu a sentença final e o Pinheads relembrou “Stupid Brains”, sua primeira música. Não teve bis, nem aplauso – mas uma multidão atônita permanecendo em silêncio por cerca de um minuto.

Foram quase cinco anos de uma carreira iniciada com shows em colégios ao lado de outros nomes iniciantes – como a Relespública. O Pinheads se notabilizou como precursor local da tendência do hardcore melódico, que depois tomaria conta de várias bandas do circuito alternativo. Mais recentemente, o grupo se voltou para o punk mais pesado, produzido por João Gordo. Para deixar seu trabalho registrado em CD, o grupo vai figurar postumamente na coletânea Skate Session, a ser lançada em breve pelo selo mineiro Cogumelo”.

Um dia antes do prazo de entrega da resenha do último show, China ligou para Dudu para sanar algumas dúvidas. A conversa super agradável foi longa e o jornalista sabático deve ter confundido as bolas quando escreveu a parte final do texto, pois nunca foi falado, nem planejado, a tal coletânea Skate Session da Cogumelo.

Dudu, Paulo e Júlio

Dudu, Paulo e Júlio

O show teve a duração de 50 minutos e escancarou todas as qualidades e todos os defeitos do trio. Ali, estavam três amigos de vinte e poucos anos que se respeitavam, mesmo pensando muitas vezes de forma bem diferente. Ali estava um público que queria cantar junto, queria diversão e stage-dive, mesmo que isso atrapalhasse um pouco o show… afinal, voar do palco fazia parte. As músicas mais rápidas eram as que mais agitavam o público, mas o set list era composto de 50% de músicas não tão rápidas assim.

Os covers e as participações de amigos foram excessivas. Mas, era o último show e nada deveria ser levado muito a sério. Enquanto Júlio tentava consertar sua guitarra, Paulo destruía um contra baixo velho gentilmente “doado” por um amigo. A guitarra do Jack (Nipples), foi usada até o final do show, fato que limitou a liberdade e a espontaneidade do guitarrista dos PINHEADS. Mas como eles sempre diziam: “a tosqueira imperará… sempre!”. Francesco fotografou em preto e branco.

Alguém filmou o show em VHS. Quase todos os verdadeiros amigos estavam na platéia. Durante Stupid Brains alguém apareceu com uma placa escrito “Gabba Gabba Hey!”. Ao término da música, Paulo disse:

“Aqui termina a história da banda Pinheads. Obrigado!”.

17 Comentários

Arquivado em 1996

17 Respostas para “O último show

  1. Abud

    Olha, acho que rola mais um capítulo ainda…

  2. Dudu, parabéns pela dedicação e empenho ao escrever sobre a história da banda. Obrigado por compartilhar tudo isso conosco.
    Trabalho com bandas (tenho estúdio) e vou fazer com que essa piazada leia isso. Os tempos são outros, mas é bom eles conhecerem como funcionava o esquema pra galera que veio antes.

    um grande abraço

    Bruno

  3. Pedro

    Muuuuuito obrigado Pinheads por terem feito o que vocês fizeram pelo hardcore nacional.
    Depois de ter lido tudo isso, vou mandar o link do blog para todos os meus amigos que como eu são apaixonados pelo bom e velho HC!

    Abraço.
    Pedro, 17 anos, Ferraz de Vasconcelos-SP

  4. Noel Lobo

    Dude,

    Obrigado pela viagem amigo.

    Muito bem escrito e me espanta o fato de vc recordar os pequenos detalhes da epopéia da maior banda dos pinheirais.

    Depois que os Pinheads abdicaram da coroa do punk rock Curitibano, o trono permaneceu sempre vazio. Ninguém, até hoje, igualou a obra que vc o Paulo e o Júlio fizeram pelo rock da nossa cidade.

    Pinheads: Obrigado pelas músicas, pelo empenho, pelo comprometimento com a cena, pela originalidade, pela sinceridade, por terem tornado minha adolescência e juventude mais ricas, pelos shows magníficos, pela diversão, pela inspiração.

    Tenho certeza que muitas pessoas gostariam de ler um livro sobre os feitos heróicos da banda matter. Puxe aí pela memória, use o blog como “guião”, peça ajuda dos aficcionados e nos presenteie com um relato mais aprofundado… que tal lhe parece ?

    ahhh !!!!! Que tal um showzinho comemorativo ?????????? heheheheh. Pinheads, Slack Niples e Ex Lax ?!?!?! quem sabe até Barbapapas !??!!??

    Tenho certeza que todo mundo toparia sem titubeio hehehehehe…
    Abraço amigo.

    • dude

      Nós que agradecemos Noel… pelos belos posts aqui escritos e pelas palavras de carinho!

      Quanto à coroa do punk rock curitibano darei apenas dois exemplos de bandas que ocupam o trono com muita competência: No Milk Today e Magaivers.

      Quanto ao livro digo que tentei. Alguns editores mostraram interesse mas nada se concretizou.

      Mais uma vez obrigado e um forte abraço,
      dudE

  5. Paulo Kotze

    OK; é isso, contribuição magna do Noel para o blog. Grande Noel.
    Qualquer hora dessa a gente se cruza… Valeu!

  6. Uma boa ideia Big Noel. Mas acho que o show seria complicado (nao por nós é claro), que tal um churrasco + som ??? Instrumentos a vontade, todos tocam e cantam quando quiserem, sem palco, sem público, só amigos, pura diversão como o Pinheads tão bem nos ensinou. Alguem topa ???

  7. Um showzinho comemorativo iria muito bem pra galera (como eu) que não teve a chance de ver o Pinheads tocar.
    Ótima trajetória de uma das melhores bandas de punk/hc do Brasa.
    Hey hey you…

    • dudumunhoz

      Obrigado pelo mensagem Rafael.
      Quem sabe um dia… mas, quase impossivel rolar um show comemorativo.
      Melhor ficar ouvindo em casa pra garantir.
      : )
      Abraço, dudu.

  8. Uma pena, mas como vc disse quem sabe um dia. Ouço em casa e em qualquer lugar que vou, principalmente nos rolês de skate, pois sempre tem algo do pinheads no mp3. Só falta mesmo a “Where is the silver tape?”. Você podia upar ela pra gente né Dudu!?
    Abraço

  9. Fala Dudu, fiz uma pequena homenagem ao pinheads, trata-se de um webclip meio na gambiarra, mas acho que valeu a intenção. Da uma conferida ai velho https://www.youtube.com/watch?v=wey7GidaMUY se puder passe o link para o Paulo. Espero que goste, Abraço.

    • Excelente homenagem Rafael.
      Várias boas referências ali: thrasher, silver tape, brooklyn lager, camiseta amarela.
      Vc. é o “ator” do video?
      Muito obrigado.
      Vamos conversando.
      Fortíssimo abraço, dudu.

      • Porra, valeu Dudu, as referências são as melhores possiveis hehehehe
        Sou eu sim, dei uma de ator, mas não convenço muito.
        Eu trabalho com audiovisual, e nada melhor que fazer um clip de uma banda que a gnt gosta e ainda no melhor estilo do it yourself.
        Abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s