Apresentação

Hey amigos…

Em 2008, passei a escrever a história dos Pinheads. Tarefa que me ocupou durante um bom tempo do ano passado e que entrou em 2009, quando passei a digitalizar todo o material da banda, revisar, correr atrás de mais detalhes etc.

Até que, finalmente, parti para a última fase. No final do mês passado, com a ajuda do meu amigo André Pugliesi, comecei a publicar tudo em um blog. E apenas três semanas depois, informo que está no ar… PINHEADS: HISTORY LESSON 1989-1996.

Em números: 7 anos de punk rock/hardcore, 24 capítulos (na barra da direita, estão os 14 primeiros), 19 mil palavras, 93 mil caracteres, 121 imagens e 86 músicas para download.

O retrato de uma banda e de sua geração. Passagens comuns a todos os grupos independentes do início dos anos 90.

Uma homenagem ao Júlio, ao Paulo, à nossa amizade de 20 anos.

Resultado só possível com a ajuda de várias outras pessoas. Preciso agradecer à minha esposa Carolina (obrigado por todo o nosso amor e carinho), ao meu cunhado Holger, à minha amiga Rafa (Fluxi Design), ao Mauricio Gaudêncio, Tibério, Mauricio Singer, Luli, André Scheinkman, Magrão Sarnento, Fabian Confusion, Marcelo Viegas, Juliano Lima, Anderson e o André Pugliesi (Jornalista de Merda).

Espero que vocês acessem, leiam, divirtam-se e, claro, divulguem para o maior número de pessoas. Para mim, foi um prazer imenso reviver toda essa história, após quase 13 anos de nosso último show.

Forte abraço!

Dudu Munhoz, ex-baterista dos Pinheads.

About these ads

57 Comentários

Arquivado em Outros

57 Respostas para “Apresentação

  1. show !

    vai dar pano pra manga carinha.

    abx

  2. Sensacional e emocionante! Fui muuuuito vidrado em Pinheads nos 90′s! Pude ver apenas um show de vcs aqui no Rio, com Cabeça, nem lembro o ano!
    abraço!

    • dudumunhoz

      Obrigado pelas palavras Alexandre.
      Vá no Anuário (canto superior direito) e clique no ano de 1995. No capítulo “The Cool Crowd” tem a data e o cartaz desse show com o Cabeça!
      Abraço. Dudu.

  3. Gilberto Obrigatório Melnick

    Ora-Lê!

  4. Paulo Kotze

    Grande Dudu.

    Fico feliz em ter ajudado no projeto.

    Agora só falta os velhos se encontrarem num bom churrasco e tentar tocar algo algum dia desses…

  5. Me emocionei lendo tudo isso, tá muito bom. Parabéns pra vocês, caras. Infelizmente só consegui ver um show, o do campeonato da Homey, que foi quando eu conheci a banda. Quando vocês voltaram ao RJ em 95, não consegui ir. Porém, ainda tenho todas as fitas, menos a primeira, além do “For fun” e do “Flying music…”.
    Um abraço e fico na esperança de um revival, hehe…

  6. Dudu, é muito bom ficar lendo tudo isso. Coloca isso em um livro ou documentário. Está muito bom! Vamos fazer um encontro do dread full e pinheads?

  7. Gustavo

    Pow Dudu! Agora sim!
    Conheci Pinheads apenas após seu termino em 97.
    Vou ler o material!
    Valeu pelo empenho!

  8. oi dude, vamos voltar a tocar? to afinzão…..

  9. Marcos Vinícius

    Vou ler sim.. vou baixar as músicas sim (já que está autorizado né?), e vou divulgar também… mó preza heim!?!!!

    abrá.

  10. Jonas

    Pqp !!!
    Um presente fantástico à todos caboclinhos que viveram essa época colossal! Cada capítulo lido só trás lembrança boa na cabeça. Os shows do Pinheads eram um acontecimento! Porra vocês eram muito foda! Depois de ler tudo isso fica aquela vontade de ver vocês tocarem novamente, seria demais.
    Dude, meu “ídalo”, obrigado pelo presente, ficou equicelente.
    Pinheads, obrigado pelos sons, shows, diversão e amizade, vocês fazem parte da minha vida.

    • dudumunhoz

      Jonas… Obrigado pelas palavras mai bróder. Suas perguntas e seus comentários sobre Pinheads nas nossas conversas regadas à cerveja foram uma inspiração para começar a escrever essa História. A gente se fala… na sequência do campeonato. Abraço. dudE

  11. Sole

    Fez parte da minha adolescência essa banda… sério!! Eu lembro de andar de skate no Syndicate com meu walkman rodando a demo de vocês, bons tempos. Fiz muitos amigos nos shows do Pinheads, grandes amigos até hoje!

    Voltem!

    hahaha

    Abraxxx

    Sole!!!

  12. Dudu, os caras ficam falando em voltar a banda porque eles não tocam bateria! Pensam que é mole? hahaha… Cara, tô lendo aos poucos. Genial. Grande abraço!

    • dudumunhoz

      Pois é Flávio… tocar bateria em banda de hardcore é exercício físico mesmo. Leia aos poucos, com atenção e com a coluna ereta.
      Aquele abraquísso.

  13. po, quem disse em voltar a banda?

    • Ô, Júlio! dá uma olhada em diversos coments pelos postas, ali, cheio de gente afim de ver o Pinheads de novo, e não podia ser diferente. Agora, voltar a banda não digo, mas um churrascão Pinheads com convidados da cena da época cairia de boa quando o sol voltar a nossas plagas. Só convidar! Eu levo a picanha! Dá-lhe!

      • Hehe, churrasco, com futbol, banho de mangueira e bingo para sortear artefatos da banda usados na época…..

      • dudumunhoz

        Boa Júlio, boa Flávio!!! Eu levo uns cd´s de bandas tipo rocknrollchurrasco. Muito bom seu blog Flávio… e uns links interessantes alí: Vulcanis, Juca Kfouri, Polaco da Barreirinha…

  14. Acabei de lançar uma nota sobre o blog da história da banda. Força no projeto.
    abraço
    mk

  15. Blog da história dos Pinheads em super-destaque no site da 91 Rock.
    Link direto: http://91rock.com.br/internas_leitura.php?id=5682&cat=noticias

    • dudumunhoz

      Obrigado pela divulgação Mauricião!
      Valeu pelo texto também…
      Aguardamos mais comentários seus, afinal você esteve em quase todos os shows do Pinheads a partir do primeiro semestre de 93…
      Forte abraço Urbanóide!

  16. Juliano Lima

    Parabéns galera!!!!

  17. Dudu, são 5:28 e acabei de ler o último capítulo da saga Pinheadiana.
    Quando começamos a fazer música e a ensaiar em Novembro de 1994, o Pinheads era “a” banda de punk rock da cidade, e tocar com vocês era um dos sonhos dos principiantes do Confusion (não sei se de todos, mas meu e do Fabian com certeza). Não só fizemos dois shows excelentes com o Pinheads (em momentos diferentes da história da nossa banda) como acabamos ficando amigos pessoais de vocês. O Júlio, com seu eterno empenho rockeiro ainda nos ajudou a lançar nosso primeiro CD, criando assim a Barulho Records. O Paulo fez uma resenha animadora da nossa tosquíssima primeira demo, o que nos fez acreditar que podíamos continuar. Você sempre nos ajudou fornecendo referências básicas em fitas cassete, o que sem dúvida ajudou muito na criação da nossa identidade.
    Parabéns pelo emocionante relato e obrigado por nos dar novamente o gostinho (mesmo que fugaz) de um tempo em que a vida era mais simples, divertida e tosca.
    Abraço

  18. Mauricio Gauga

    Parabéns Dudu!
    Demorou, mas saiu.
    Excelente registro histórico deste período de nossas vidas.
    Grande abrax.

    • dudumunhoz

      Eu que agradeço Gau Gau. Sempre dando aquela força… desde a época que Ramones Leave Home era o mesmo que Ramones Live in Rome.
      Cheers!

  19. Hiro

    Muito emocionante ver aqui uma história rica em detalhes e registros! Ficamos (eu, família, noiva, amigos) orgulhosos de eu ter uma participação nesta banda que mesmo após minha saída continuei apoiando como pude. Conciliando trabalho, faculdade, mudança para SP… Mas sempre marcando presença em shows (até na Praia d’leste dormindo no carro… hehe), ensaios, enfim… virei amigo-fã. Se um dia tiver uma reunion.. pode ter certeza que marcarei presença!
    P.S. tenho mais alguns materiais para escanear e incluir aqui.. nos falamos!

    • dudumunhoz

      Grande Hiro!!!
      O primeiro guitarrista do Pinheads!!
      Obrigado pela mensagem e conversamos na sequência do campeonato!!!
      ChEErS!

  20. No programa “91 Cena Independente” deste domingo (14/08) o último bloco será especial com os Pinheads. A produtora/apresentadora Mariele Loyola dará destaque a esse blog.
    O programa vai ao ar pela 91 Rock (91,3 Mhz em Curitiba e região e pela internet em http://www.91rock.com.br)

  21. Cara, SHOW DE BOLA TOTAL GERAL todas estas histórias, fotos e comentários! Como é bom relembrar esta época!

    Eu sou mais um da lista dos caras que olhava vocês tocando e pensava “quero ter uma banda assim”.

    Aliás, isto está registrado lá na foto do topo do blog, eu sou o cabeludo de camiseta branca embaixo do braço da guitarra, olhando fixamente para o palco, hipnotizado.

    Sou baterista e toquei em algumas bandas de HC dos anos 90 (Dumbs, Scarecrow, Valeta, No Snacks).

    Eu tinha também um esquema de distribuição de fitas demo chamado DDD. Montava barraquinha nos shows, o Julio talvez lembre, pois ele também montava a barraquinha dele e a gente trocava algumas ideias.

    Acompanhei como espectador e pogador alguns shows do Pinheads, em especial o do Toy Dolls no Aeroanta, que pra mim foi o show da vida, seguido de perto pelo Ramones na Pedreira.

    Por falar em pogo, escrevi um artigo tentando descrever em palavras a emoção que é estar lá no meio da roda. O pessoal que lê curte, queria pedir licença para deixar o link aqui, pra mais gente poder ler:

    http://aurelio.net/musica/pogo.php

    Qualquer semelhança com o 92 Graus NÃO É mera coincidência :)

    Enfim, só queria dar um oi e dar os parabéns pelo excelente relato histórico, que me deu muito prazer nostálgico.

    VALEU!

  22. Caramba, muito bom encontrar material do Pinheads na internet. Procurei pra caramba! Que bom encontrar agora. Massa! Eu sempre achei o Pinheads a melhor banda de HC nacional. O som da banda chegou ao Rio Grande do Norte através do underground e tive o prazer de receber uma fita-demo pelo correio, que logo conquistou um ótimo lugar no meu gosto musical. Skateboard e Pinheads, tudo a ver. O site já tá favoritado! Muito massa.

    • dudumunhoz

      Comentário fantástico Alex. Valeu mesmo cara… De que cidade você é aí no RN?
      Forte abraço, Dudu.

      • Eu sou de Natal (RN). Antigamente fazia um fanzine chamado Street Trash, que posteriormente virou Style Man, de skate e música. Fui apresentado ao som do Pinheads pelo Cláudio Claybon, skatista e brother meu aqui da cidade. Hoje sou formado em jornalismo, sou fotógrafo e edito uma publicação de skate e música chamada Revista Independente, aqui no Rio Grande do Norte e que é distribuída por todo nordeste. Me manda seu endereço pelo email que te envio uns exemplares da revistinha. Grande abraço, satisfação em encontrá-los mais uma vez. Até breve.

  23. Thiago Mac

    Dude muito bom!!!!! Sem comentários! Simplesmente SENSACIONAL!! ROOOOCKKK!!!!!!

  24. carlyle

    Eu fico satisfeito por ter fornecido o baixo que foi destruído no último show da banda!

    abraço,
    carlyle.

  25. Juliano Lima

    O dia em que os caras resolverem fazer o ” The Last Goodbye”, vão achar o corpo do Ulysses Guimarães no mesmo dia…..KKKKKK…..
    Mas estarei dentro dessa.

    Abração a todos.

  26. Pavani

    Escutei a primeira vez quando tinha ums 9/10 anos, n pude ir em nenhum show, bem que poderia rola um show por ano, ala pelebroi ou Aok, ia ser mt foda, curitiba ta precisando de bandas assim novamente, lembro quando falavam que curitiba era capital do rock no brasil, n era por pouca coisa…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s